quinta-feira, 31 de maio de 2012

Comunicado importante sobre as Novas Dublagens do Chaves

Carta aberta ao Sistema Brasileiro de Televisão – SBT e aos dubladores Nelson Machado Filho e Carlos Seidl.

O Fã-Clube Chespirito Brasil, cumprindo sua missão de divulgar e defender as séries criadas por Roberto Gómez Bolaños e representar os fãs brasileiros das séries Chaves e Chapolin, vem a público para manifestar-se a respeito da aquisição e dublagem de episódios inéditos do seriado Chaves.

Em primeiro lugar, gostaríamos de agradecer ao SBT pela aquisição deste novo lote de episódios, atendendo a uma reivindicação antiga de todos os fãs, que é ver a série Chaves dublada em sua totalidade no Brasil. Estendemos esses agradecimentos em relação à volta dos episódios “perdidos" e "semelhantes", que ampliaram significativamente o acervo de Chaves à disposição dos brasileiros.

Por outro lado, como participantes do processo de adaptação destes episódios inéditos, estamos muito preocupados com as diversas trocas que vão ocorrer no quadro de dublagem do seriado – sobretudo em dois personagens em especial.

Foi duro para todos os fãs ver a saída de Nelson Machado (Quico) do elenco de dublagem. Seu personagem é fundamental para o sucesso da série em todos os países e o trabalho de Nelson foi primordial para a consolidação do êxito do Quico entre o público brasileiro. E neste momento, tem sido mais difícil ainda assimilar que o SBT não tenha chegado a um bom termo com o dublador Carlos Seidl (Seu Madruga), que igualmente faz a voz de um personagem que é ícone de sucessivas gerações.

As vozes clássicas de dois dos personagens mais queridos do público estarão ausentes neste projeto, caso se mantenha o quadro atual - agravado pelas ausências de Marcelo Gastaldi (Chaves), Mário Vilela (Seu Barriga) e Helena Samara (Bruxa do 71), dubladores já falecidos.

Considerando que Chaves é um produto sempre rentável, com sucesso garantido nos horários em que é reprisado e que a dublagem é um elemento imprescindível para a garantia do seu sucesso, o Fã-Clube Chespirito Brasil vem a público pedir as duas partes envolvidas (SBT e dubladores) que haja sensibilidade nas negociações para a realização deste projeto, em condições que atendam adequadamente a ambos, tendo sempre em vista os milhões de fãs brasileiros de Chaves.

Temos a absoluta certeza que o SBT tem conhecimento do fato de que dublagens modificadas no Brasil sempre recebem uma resposta negativa dos telespectadores – sobretudo neste caso, onde a série é exibida há quase 30 anos no país. E também partilhamos da certeza de que os dubladores compreendem a importância da sua participação para o público brasileiro e para o êxito deste projeto. Esperamos assim, que o SBT e os dubladores possam fazer concessões e negociem um termo adequado que permita um resultado positivo para todos, com o objetivo máximo de concluir a dublagem de Chaves no Brasil.


Atenciosamente,
Fã-Clube Chespirito Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário